Total de visualizações de página

SEGUIDORES. PARTICIPE TAMBÉM! EM BREVE VOU VISITAR O SEU BLOG. DEUS TE ABENÇOE!

Pesquise aqui

sábado, 31 de outubro de 2009

II CONGRESSO DE EDUCAÇÃO E EVANGELIZAÇÃO


Uma programação inteiramente voltada para professores de Escola Dominical, pastores, seminaristas, evangelistas de crianças e líderes de Ministério Infantil.

Teatro, Coreografias, Dramatizações Missionárias, Seminários e Workshops de EVA, Fantoches, Culto Infantil, Festas com propósitos, Musicalizacão, Atividades para Evangelização e Discipulado Infantil.

Participação especial de Cris Poli - A Supernanny do SBT

Participação musical dos Gideões Mirins e Tia Jô & Cia. e dos cantores Lília Paz, Marcelo Santos.

Ore divulgue e participe!
Vagas Limitadas.

Estamos fazendo o melhor para recebê-los. Mt 18.14 é uma ordem de Deus a todos nós.

Faca sua inscrição agora: http://www.cpad.com.br/2cong_juvenil/

Símbolos do Halloween x A Bíblia


Antes de sair por ai usando fantasias e objetos simbólicos do Halloween, leia a sua Bíblia!

A ABÓBORA: simboliza a fertilidade e a sabedoria.

O QUE DIZ A BÍBLIA
Salmo 128: “Bem aventurado aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos. Pois comerás do trabalho das tuas mãos, feliz serás e te irá bem. A tua mulher será como a videira frutífera aos lados da tua casa; os teus filhos como plantas de oliveira à roda da mesa.
I Reis 4.29: “Deu também Deus a Salomão sabedoria, grandíssimo entendimento e larga inteligência como a areia que esta na praia do mar”.

A VELA:
indica os caminhos para os espíritos do outro plano astral.

O QUE DIZ A BÍBLIA
Salmo 119.105: “Lâmpada para os meus pés é a Tua Palavra e luz para os meus caminhos.”
João 14.6: “Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida; ninguém chega a Deus a não ser por Mim.”

O CALDEIRÃO: fazia parte da cultura - como mandaria a tradição. Dentro dele, os convidados devem atirar moedas e mensagens escritas com pedidos dirigidos aos espíritos. Os bilhetes com os pedidos, devem ser incinerados para que os pedidos sejam mais rapidamente atendidos, pois se elevarão através da fumaça.

O QUE DIZ A BÍBLIA
João 14.13: Disse lhe Jesus: “E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho”.
Salmo 141.2: “Suba à tua presença a minha oração, como incenso, e seja o erguer de minhas mãos como oferenda vespertina”.

A VASSOURA: simboliza o poder feminino que pode efetuar a limpeza da eletricidade negativa. Equivocadamente, pensa-se que ela servia para transporte das bruxas.

O QUE DIZ A BÍBLIA
Salmo 51.10: “Cria em mim, ó Deus, um coração puro”. Nosso Deus nos purifica, Ele nos deu Jesus que morreu na cruz para nos puruficar de todo pecado e ao 3o. dia ressuscitou!

A ARANHA - simboliza o destino e o fio que tecem suas teias, o meio, o suporte para seguir em frente.

O QUE DIZ A BÍBLIA
Destino daqueles que amam e sevem a Deus – Apocalipse 21. 1 a 4: “Vi novo céu e nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. Vi também a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, da parte de Deus, ataviada como noiva adornada para o seu esposo. Então, ouvi grande voz vinda do trono, dizendo: Eis o tabernáculo de Deus com os homens. Deus habitará com eles. Eles serão povo de Deus, e Deus mesmo estará com eles. E lhes enxugará dos olhos toda a lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas passaram”.

O MORCEGO - simbolizam a clarividência, pois que vêem além das formas e das aparências, sem necessidades da visão ocular. Captam os campos magnéticos pela força da própria energia e sensibilidade.
O QUE DIZ A BÍBLIA
Deuteronômio 18. 10 a 12: “Não se achará em vocês..., nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem necromante, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor, e por estas abominações o Senhor, teu Deus, os lança de diante de ti”.

O GATO PRETO - símbolo da capacidade de meditação e recolhimento espiritual, autoconfiança, independência e liberdade.
O QUE DIZ A BÍBLIA
Provérbio 16. 1 – 2, 5: O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do Senhor. Todos os caminhos do homem são puros aos seus olhos, mas o Senhor pesa o espírito. (...) Abominável é ao Senhor o arrogante de coração; é evidente que não ficará impune”.

CORES
Laranja - cor da vitalidade e da energia que gera força. Os druidas acreditavam que nesta noite, passagem para o Ano Novo, espíritos de outros planos se aproximavam dos vivos para vampirizar a energia vital encontrada na cor laranja.
Preto - cor sacerdotal das vestes de muitos magos, bruxas, feiticeiras e sacerdotes em geral. Cor do mestre.
Roxo - cor da magia ritualística.
O QUE DIZ A BÍBLIA
Nem dia e nem noite, nem luz e e nem trevas, nem animais ou frutos, pois, todas as coisas são do Senhor
Gênesis 1.31: “E viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom”.
Salmo 24.1: “Ao Senhor pertence a terra e tudo o que nela se contém, o mundo e os que nele habitam”.
Apocalipse 1.8: “Eu sou o Alfa e o Ômega, o principio e o fim, diz o Senhor, que é e que era e eu há de vir, o Todo Poderoso”.

Fim da DRU da Educação: agora só falta promulgar


O texto aprovado pelo plenário do Senado só depende da promulgação do Congresso, para começar a valer

A partir de 2011, a educação terá cerca de R$ 9 bilhões, por ano, para investir na universalização da pré-escola e do ensino médio. Foi aprovada nesta quarta-feira (28), pelo plenário do Senado, por unanimidade, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 96A/03, que acaba com a incidência gradativa da Desvinculação das Receitas da União (DRU) sobre os recursos do governo destinados à educação.

A alíquota que era de 20% cai para 12,5% no exercício de 2009 e 5% em 2010, não havendo mais a incidência sobre esses recursos a partir de 2011. Hoje, a DRU retira 20% dos recursos destinados à educação, provenientes de arrecadação de tributos e contribuições federais. A PEC 96A/03 é originária da PEC 96/03, cuja primeira subscritora é a senadora Ideli Salvatti (PT-SC), e recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), onde foi relatada pelo senador Jefferson Peres, já falecido. Aprovada pela Câmara com alterações, a PEC retornou ao Senado e foi relatada na CCJ pela senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO), que aprovou as modificações feitas pelos deputados.

Pela atual Constituição, em seu artigo 212, a União deve aplicar, anualmente, nunca menos de 18%, e os estados, o Distrito Federal e os municípios 25%, no mínimo, da receita resultante de impostos provenientes de transferências, na manutenção e desenvolvimento do ensino. O texto aprovado pelo plenário do Senado só depende da promulgação do Congresso, para começar a valer. A proposta assegura também o direito ao Ensino Básico gratuito para as pessoas de 4 a 17 anos, que atualmente é de 7 a 14 anos idade.

O que é DRU? - A Desvinculação de Recursos da União (DRU) é um mecanismo que autoriza o governo a gastar 20% de toda arrecadação, sem justificar no projeto de orçamento, a destinação dos recursos. No caso da Educação, por exemplo, a LDB - Lei de Diretrizes e Bases - estabelece que o Estado tem de destinar 18% do orçamento anual para a área. A DRU, porém, retira legalmente parte deste valor. Ela cria uma brecha legal para que o governo utilize até 20% da arrecadação com outras despesas, como o pagamento de dívidas.

Opiniões:


"É uma vitória da educação pública brasileira, que vai ter um incremento financeiro importante. Parabenizo a senadora Ideli Salvati pela iniciativa de apresentar a proposta" - Presidente da CNTE, Roberto Leão.




"Se pudéssemos contar com estes recursos, teríamos mais professores com nível superior, mais crianças na pré-escola e mais jovens no ensino médio". Senadora Ideli Salvatti (PT-SC), autora da proposta.




"Fizemos as contas e a educação perdeu cerca de R$ 100 bilhões nesse período. Poderíamos ter formado todos os professores e matriculado todas as crianças na educação infantil". Ministro da Educação, Fernando Haddad.


Fonte: CNTE, com informações da Agência Senado, 29/10/2009

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

I ELIM KIDS - ACAMPAMENTO DE CRIANÇAS

Nos dias 17 e 18 de outubro tive o privilégio de ministrar a Palavra de Deus, participar com minha família, irmãos e irmãs que amamos e mais 60 crianças lindas, do I ELIM KIDS - Acampamento de Crianças.

MEU TESTEMUNHO: Foi uma benção! Nestes dias estava previsto céu nublado e chuvas ocasionais e temperaturas baixas. Orei ao Senhor durante a semana toda pedindo a Ele bom tempo e calor para que as crianças pudessem brincar, adorar e buscar ao Senhor com alegria. Glórias a Deus! Deus ouve as nossas orações, confira as fotos e veja como Deus é bom, maravilhoso. Deus está no controle de todas as coisas. Aleluia!

Neste acampamento a criançada...


brincou... brincou.... muuuuuuuuuuuito...




ouviram a Palavra de Deus...


buscaram ao Senhor...


brincaram muito na gincana preparada pelo meu querido esposo...


louvaram ao Senhor com muita alegria!!!!



Minha família: esposo e filhinhas.

Acampamento Elim Kids é um lugar de alegria!
Acampamento Elim Kids é um lugar de comunhão!
Acampamento Elim Kids lugar de receber as bênçãos do Senhor!!!!

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

O MARAVILHOSO MUNDO DOS FANTOCHES - Parte III

PEÇA DE TEATRO COM FANTOCHES

Para confeccionar o Samuel e a Talita, utilize caixas de leite longa vida ou de suco, EVA, retalhos de tecido/cartolina/papel de presente/..., botões, fitas, etc. Use toda a sua criatividade!

A BÍBLIA - um livro especial!
Autora Iclea Brito

Talita: Olá Samuel, tudo bem?

Samuel: Oi Talita, tudo!

Talita: Samuca hoje eu estou muuuuuuuuuuuuuuuuuuuito feliz, sabe por que?!

Samuel: Não, né... Você ainda não me contou.

Talita: E que hoje eu ganhei um presente muito especial, eu ganhei uma Bíblia!

Samuel: Ah... legal...

Talita: hum... que desanimo... você tem uma Bíblia?

Samuel: Não! Bem... na verdade mesmo, tem uma lá em casa que fica guardada na gaveta. Mas..., eu nunca leio a Bíblia.

Talita: Samuel!! Porquê? Como assim? Você não lê a Bíblia? Você não sabe o que tá perdendo!

Samuel :Porquê, Talita? O que tem na Bíblia? Eu só vejo um montão de letras e bem pequenininhas.

Talita: A Bíblia conta que o nosso Deus nos ama! Conta pra nós como Ele é e como Ele criou todas as coisas e ainda fala sobre homens e mulheres que foram amigos de Deus e como ....

Samuel: Ei... ei.... para.., calma! Parece interessante. Conte-me mais, só que devagar.

Talita: Tá bom! Preste atenção, ela não foi escrita de uma só vez, ela vem de longe. E é formada por vários livros, no total são 66. Os primeiros foram escritos há mais ou menos 1250 anos antes de Jesus nascer.

Samuel: Muito interessante...

Talita: Ela é dividida em duas partes: Antigo Testamento (antes de Jesus nascer) e Novo Testamento (depois do nascimento de Jesus).

Samuel: Mas me diga uma coisa Talita, quem escreveu a Bíblia?

Talita: Muitos homens e mulheres participaram e colaboraram para os seus escritos e estas pessoas eram inspiradas por Deus. Eram pessoas especiais, que tinham muita fé e confiança em Deus. Elas viveram em diferentes lugares e em diferentes épocas.

Samuel: Estou entendendo... e o que essas pessoas faziam?

Talita : Bem,... os escritores da Bíblia foram reis, pastores, médicos, pescadores, professores, ...

Samuel: Mas porque a Bíblia foi escrita mesmo, hein?

Talita: Para nos ensinar sobre Deus, quem Ele é e, como Ele nos ama tanto.

Samuel : Agora entendi a Bíblia é um livro especial, deve ser um livro companheiro, amigo e não deve ficar guardado dentro de uma gaveta.

Talita: Isso mesmo Samuca, a Bíblia é o pão que nos alimenta, é a luz para o nosso caminho, é uma espada que devemos usar para nos defender de todo mal.

Samuel: Puxa Talita que bonito! Onde você aprendeu a falar tão bem assim?

Talita: Hora... hora... Samuquinha... foi lendo a Bíblia!

Talita e Samuel dão gargalhadas e perguntam para as crianças: E vocês amiguinhos, já leram a sua Bíblia hoje???!!!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

O MARAVILHOSO MUNDO DOS FANTOCHES - Parte II

Para a criança, brincar e viver é a mesma coisa. Cantar, dançar, pintar e as demais atividades artísticas também são para ela sinônimos de vida. A criança é um ser criador – e só o deixa de ser por imposição dos adultos. Só há infância feliz quando se assegura à criança o seu direito inalienável de exprimir-se livremente. De através da arte, encontrar-se a si mesma, de identificar-se com o mundo que a cerca e de afirmar-se como ser livre e criador.


O teatro de fantoches apresenta valores sociais, lingüísticos e literários. Contribui para desenvolver na criança a imaginação criadora, o pensamento crítico, a linguagem em todos os seus aspectos, o enriquecimento de experiências, o senso de responsabilidade. Muito aconselháveis para desenvolver crianças tímidas e inibidas, os fantoches concorrem para a socialização, o relaxamento de tensões emocionais e a formação de atitudes positivas.
Escondidas atrás de um palco, as crianças manobram bonecos, confeccionados muitas vezes por elas próprias, e com os quais se identificam inteiramente.O teatro é um dos melhores meios de que dispomos para ajudar a criança a integrar-se ao seu ambiente. Isto porque lhe oferece oportunidade, através de experiências concretas, de ampliar seu poder de observação e enriquecer sua capacidade de expressão.
Toda criança, livre de inibições, pode chegar, com êxito, ao aproveitamento máximo de sua capacidade criadora. Quer sejam apresentados por professores, mães, crianças ou outros elementos da comunidade, os fantoches se prestam aos mais variados objetivos e constituem fonte inesgotável de entretenimento e prazer seja na escola, no lar, ou em qualquer outro local.São meios preciosos de ampliar o horizonte das crianças e aumentar o seu conhecimento em relação ao mundo que as cerca.Mas é necessário saber confeccionar e manipular os fantoches, para que deles se alcance retirar tudo o que podem dar à educação.
Um dos principais elementos a ser alcançado O poder de imaginação, que, tirando a criança do seu ambiente, lhe permite viver, por alguns momentos no mundo mágico do faz-de-conta: ela imagina, recria e interpreta histórias, fatos e situações. O teatro de fantoches gera uma série de atividades atraentes que podem e devem dar prazer tanto a quem trabalha por detrás do palco como a quem assiste. Os fantoches de "papier maché" ou "massa de jornal", além de fáceis de fazer, são os que mais agradam às crianças, pela semelhança que apresentam com personagens da vida real e pela maior possibilidade de movimentação que ensejam. O seu manejo é muito fácil: basta que o operador introduza a mão nas costas do boneco e coloque os seus dedos dentro da cabeça e dos braços.
Créditos: http://www.projetospedagogicosdinamicos.com/livro02.htm

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

O MARAVILHOSO MUNDO DOS FANTOCHES - Parte I



O QUE É FANTOCHE?
Fantoche é um boneco animado por uma pessoa, diferindo da marionete pela forma de manipulação — o fantoche é manipulado internamente, ao passo que a marionete é, via de regra, suspensa por fios invisíveis.
O fantoche possui uma face com grande expressividade, sendo os braços e mãos movimentados pelos dedos.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Fantoche

QUANDO USAR FANTOCHE
Quando quiser ensinar... ensinar a viver, a amar, a contar, a cantar, a respeitar, a valorizar os pais e os amigos, ... através de histórias, músicas, peças teatrais, etc.
Use não apenas na igreja, mas, na escola, em acampamentos, festas de aniversários. EBFs, SBNs, ...
E lembre-se haverá sempre olhinhos satisfeitos a lhe dizer “muito obrigado” pelo seu amor, carinho, dedicação e zelo.

QUANDO NÃO USAR
Lembre-se o fantoche é um boneco. Então o fantoche não pode ir morar no céu, nem pode aceitar a Jesus, não pode convidar a criança a aceitar Jesus, não pode orar.


A CRIANÇA E O FANTOCHE
Mirly Cecílio de Oliveira

O mundo dos fantoches é, para a criança, um mundo maravilhoso e fantástico, que pode atuar em sua vida de forma educativa e instrutiva, pois ela se identifica com os personagens por eles representados, e se transforma, em função do modelo de vida por eles exemplificado. O trabalho de fantoches, além de proporcionar horas de lazer e divertimento às crianças, ajuda no seu desenvolvimento psico-social, espiritual e intelectual.

Desenvolvimento Psicológico
Ao ver e sentir as experiências do fantoche no desenrolar da história, a criança assimilará verdades que a ajudarão em sua vida cotidiana. Pela utilização de fantoches com textos apropriados, ela pode ser levada a se sentir mais segura, positiva, confiante, alegre; a ser mais verdadeira, honesta, etc.

Desenvolvimento Social e Intelectual
O professor poderá levar as crianças a participarem em grupo na confecção dos fantoches e na montagem do texto, atividade que, bem orientada, promoverá uma socialização sadia. Poderão também exercitar a mente quando estiverem ajudando a elaborar o texto (o conteúdo da peça, os diálogos entre os personagens, etc.), aprendendo, dessa forma, a organizar melhor idéias e pensamentos, e desenvolvendo a imaginação e capacidade intelectual.
O teatro de fantoches aproveita-se das avenidas de acesso representadas pelos sentidos, para conduzir a criança a experiências novas de valor inestimável. Problemas como timidez e inibição são minimizados quando a criança participa dessa atividade, seja na montagem do texto, na confecção dos fantoches ou na apresentação da peça, e ela se torna mais segura e positiva, o que contribui para sua socialização e desenvolvimento. (...)

Desenvolvimento espiritual
Verdades espirituais cristãs e valores morais podem ser ensinados através de fantoches, com reflexos altamente positivos no crescimento da criança. Os fantoches são um recurso maravilhoso para levar a criança a conhecer mehor a Deus e a sua vontade, já que poderá ensinar de forma clara as verdades e os fatos bíblicos. (...)
Os fantoches dão oportunidade ao professor a à criança de lidarem com conhecimentos, experiências, sentimentos e valores aprendidos com o mundo e com Deus, enriquecendo profundamente suas vidas.
Do livro citado de Mirly, coloco para vocês algumas sugestões de uso e confecção de fantoches












terça-feira, 20 de outubro de 2009

GANHEI SELINHO!!!!

Ganhei este selinho Doce da Juliana http://umaarteeducar.blogspot.com/
A regra é: relacionar algumas características suas, oferecer a blogs amigos e avisá-los.
Características: Simpática, mãe e esposa carinhosa, amiga e não posso viver sem Deus.
Ofereço as queridas amigas blogueiras:

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

PARABÉNS PARA TODOS OS PROFESSORES!!!

Kit de Sobrevivência do(a) Professor(a)

tenha sempre à mão para lembrar-se de coisas singelas que podem fazer diferença no nosso cotidiano escolar.

Elástico
Para lembrar de ser flexível, as coisas nem sempre são como planejamos.
Band-aid
Para lembrar que algumas crianças estão feridas e precisam da nossa ajuda para sarar. Lápis
Para anotar as bênçãos do dia e lembrar aos alunos que também o façam.
Borracha
Para lembrar que sou humano e que preciso ser perdoado e perdoar os erros.
Chiclete
Para lembrar a mim e aos alunos de sermos unidos.
Moeda
Para lembrar que os alunos valem uma fortuna (mesmo não havendo comprado nenhum).
Doces
Para lembrar que todos precisam de amor, de carinho, de atenção, de afeto, apertos de mão e abraços.
Sache de chá
Para lembrar de separar um tempo para relaxar, abrir-se, revigorar-se e reabastecer-se.

Autor desconhecido.




PELO SEU DIA PROFESSOR(A)!

Homenagem do Curso
Resgatando Crianças para o Reino de Deus
Com Carinho: Professora Iclea Brito.

Maringá, 15 de outubro de 2009.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

CD DA PRISCILA MAZZO

Lançado em uma festa linda no dia 17/07/09 o CD da apresentadora do Programa Coração Puro, Priscila Mazzo: "Apresentamos as musicas do CD com danças e com a participação especial da boneca Vivi! Do grupo Arte e dança! Com a participação do Boneco Coração Puro! Agradeço muito a Deus e a todos que colaboraram!"
Para adquirir o CD e agendar a participação de suas crianças no programa, ligue para (44)3026-2037 ou (44)8423-5477.

Também já está a venda o CD e DVD nas livrarias de Maringá e Sarandi:
Planet Gospel - rua Santos Dumont
Brilho celeste - rua Santos Dumont
Livraria Evangélica - rua Santos Dumont
Lirio Dos Vales - Praça Farropilha
Empório das Bíblias - rua Santos Dumont
SHOPPING XARUÁ - SARANDI

Atenção Crianças: Assistam o Programa Coração Puro de 2a. a 6a. feira no Canal 10 - RTV nos seguintes horários 9hs e 14hs:30min.

http://www.programacoracaopuro.blogspot.com

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

GANHEI SELINHO!


O que é? Este é o "Prêmio Dardos" que dá a cada blogueiro o reconhecimento de seu valor, esforço, ajuda, transmissão de conhecimento, todos os dias.
Recebi este selo do blog http://creianapalavra.blogspot.com/, o qual agradeço.
Ofereço este selo para as minhas amigas blogueiras:

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

15 DE OUTUBRO – DIA DO PROFESSOR

MISSÃO DE PROFESSOR
Se a sua missão é orientar jovens impulsivos, então, não deixe de colocar em suas mentes um profundo respeito pela verdade.
Os ensinamentos que os lábios transmitem devem ser um reflexo do que está no coração.
CHARLOTTE FORTEN CRIMKE


PROFESSORES

Professores são cheios de paciência.
Professores nunca desistem,
E jamais o deixarão desistir.
Professores levam estudantes a sério.
Professores preocupam-se durante o sono
Professores vêem genialidade
Em cada desenho, poema e ensaio.
Professores fazem-nos sentir importantes.
Professores também ajudam o próximo.
Professores jamais envelhecem (rsrsrs...)
Professores permanecem célebres na mente dos alunos
Para sempre...
Aluno autor desconhecido.




COMO VOCÊ SOLETRA MESTRE?

M de mansidão e meditação - em tudo o que fizer e disser.

E de entusiasmo, estímulo e energia - para iluminar o dia.

S de serenidade, sensatez e sensibilidade - assim, não há como errar.

T de tolerância e ternura - para mostrar um bom caminho.

R de responsabilidade e racionalidade - simplesmente não podemos ter tudo.

E de equilíbrio, empatia e encorajamento - para ajudar as crianças a prosseguir.

Conselho para o(a) professor(a)

Se trabalharmos para polir o latão,
O tempo embaçará seu brilho.
Se construirmos templos, eles desmoronarão.
Mas se nos dedicarmos a burilar almas imortais,
Se as impregnarmos de bons princípios,
Com o justo temor do Criador
E com amor pela humanidade,
Estaremos gravando nelas
Algo que brilhará
Por toda a eternidade.

DANIEL WEBSTER


DIA DO PROFESSOR: A HISTÓRIA DA COMEMORAÇÃO
Por Daniele Moraes
Comemorado mundialmente no dia 5 de outubro, no Brasil o “Dia do Professor” é festejado em 15 de outubro. Instituído nacionalmente por meio do decreto Nº 52682, assinado pelo então Presidente da República João Goulart, em 1963, a data já era comemorada havia muito tempo. O primeiro registro histórico da celebração dada de 14 de maio de 1930, quando a III Semana da Educação, realizada na cidade de Bragança Paulista (interior de São Paulo), institui em seu programa de atividades o “Dia da Escola”.
Apesar da longa história em torno do Dia do Professor, poucos conhecem a origem desta homenagem e tão pouco as razões da definição da data. Tudo começou nos anos 30, quando diversas iniciativas foram tomadas por grupos de professores católicos. Comemorações como a festa do “Nosso primeiro Mestre”, lançada pela Associação de Professores Católicos do Distrito Federal (então, no Rio de Janeiro) ou o “Dia da Mestra”, instituído também no Rio pelo Departamento de Ensino Primário.
O 15 de outubro foi escolhido originalmente por ser a data evocatória de Santa Tereza d’Ávila. A santa, nascida em Ávila, na Espanha, e falecida em 1582, foi associada aos docentes por serem em sua maioria mulheres (e católicas). Além disso, Tereza d’Ávila também era conhecida pela notável inteligência, comparada, em seu tempo, a dos doutores da Igreja, e reconhecida por títulos religiosos e como “Padroeira dos Professores”.
No início da década de 30, as primeiras comemorações já aconteciam, mas sem grande repercussão, quando, em artigo publicado no “Jornal de São Paulo” (de 10 de outubro de 1946), o professor Alfredo Gomes (ex-presidente da Associação Paulista de Professores Secundários e da Sociedade Beneficente de Professores e Auxiliares de Administração e também diretor de entidades de classe como a União de Professores de Educação e Ensino e Associação Paulista de Educação) lança a Campanha pela oficialização do “Dia do Professor” a 15 de outubro, no Estado de São Paulo.
A Campanha esclarecia que, além da associação religiosa, a data possuía riqueza histórica. Afinal pode-se dizer que neste dia foi instituído o ensino público no Brasil, por decreto Imperial de D. Pedro I, em 1827. O referido documento assinado pelo Imperador ordenava a criação de escolas de “primeiras letras” (alfabetização) em todas as cidades, vilas e lugares mais populosos do Império.Em 1947, formou-se, então, a “Comissão Pró-Oficialização do Dia do Professor”, com intensa atividade de mobilização no Ministério da Educação, na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo e na Secretaria de Educação. Em 13 de outubro de 1948, o Projeto foi transformado na Lei estadual nº 174.A conquista paulista correu o País e quase todos os Estados aprovaram leis instituindo o feriado escolar do Dia do Professor em 15 de outubro. A partir daí, iniciou-se o trabalho pelo reconhecimento nacional da homenagem, por meio de decreto federal.Em um trecho do Memorial enviado ao Ministro da Educação, solicitando a declaração de feriado escolar nacional, o professor Alfredo Gomes argumentou: “Se o professor é o generoso semeador de idéias que permitem o conhecimento da vida e acendem, no espírito, o sagrado fogo da esperança; se ele é quem faz e estimula vontades e caracteres; se é ele fator primacial na formação moral e intelectual das novas gerações, torna-se elementar ato de justiça e reconhecimento, homenagear sua missão pelo muito que representa para a Cultura e para a própria Nacionalidade”.Finalmente, apenas em 14 de outubro de 1963, a data foi reconhecida nacionalmente. Passados quase 60 anos da primeira Lei estadual que instituiu a comemoração, podemos notar que o sentimento que motivou grandes educadores a lutar pelo reconhecimento do professor guarda incríveis semelhanças com as lutas atuais, sempre no anseio de contribuir com o desenvolvimento e o fortalecimento do Brasil.
Destacando seu idealismo, em ofício enviado ao Presidente da Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados, o professor Alfredo Gomes exalta novamente a docência, refletindo:
“Que é o professor, senão símbolo, senão exemplo?
Símbolo da abnegação, exemplo de vocação humanitária!
Símbolo da renúncia, exemplo da paciência!
Símbolo do sacrifício, exemplo de heroísmo!
Símbolo de amor, exemplo de consciência!
Símbolo do sentimento, exemplo de idéias!
Símbolo tranqüilo, exemplo de modéstia! (...)
Benfeitor de gerações que se sucedem, da pátria que prospera,
da humanidade que segue seu destino em busca de felicidade!”.
Hoje, quando enfrentamos tantas adversidades e quando nos deparamos com quantos desafios e dificuldades, é reconfortante conhecer essa história, que resgata o orgulho do profissional e ressalta o valor individual de cada trabalhador e a força coletiva de nossos educadores. A luta é árdua, mas o legado é inestimável.

“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele”. Provérbios 22.6
;
Ocorreu um erro neste gadget

Você já falou com Deus hoje?

Você já falou com Deus hoje?